acid baby

Confissão III

Memórias vêm, pulsantes e incontroláveis, pesam quilos de chumbo e me levam à uma triste euforia. Dói tua ausência. Descobri com a divisão de nossos seres uma aflição tão indigesta, indelével e retorcida, desconhecida ao meu coração, sequer sei de quê chamá-la; sei somente o quanto arde esse pesar. 

O peso morto do amor cai sobre o peito e cessa-me o fôlego. A escuridão vertiginosa da saudade faz-me louca. Deliro que ainda te pertenço, fantasio palavras e encontros, imagens e histórias; tudo se desfaz à lembrança cruel da realidade.

Um comentário:

  1. Memórias trazem angustia que pode ser camaleoa.
    Aproveite o domingo e boa semana.

    ResponderExcluir

♥ sinta-se à vontade, meu amor, mi casa es su casa. só lembre-se: respeito acima de tudo. ♥