acid baby

Something is changing, changing...

 Imagem de hair, scissors, and cut
 Por anos, mantive meu cabelo comprido. Cuidei dele com todo amor; ficava puta quando me sugeriam cortar, mudar. Somente um cabeleireiro em toda cidade tinha a permissão de alterá-los. Meu cabelo carrega minhas histórias. Pode parecer um tanto besta, mas é como se muito da minha essência estivesse emaranhada nos meus amados fios negros. Talvez ele diga muito sobre mim.
 Hoje eu quis cortar o cabelo. 
 Estava à toa e decidi que iria no meu cabeleireiro assim que terminasse o que estava fazendo para me livrar do comprimento. Há alguns dias já estava ensaiando uma vontade de passar a tesoura, mas hoje, assim, do nada, me senti pronta pra ir. O desejo de retirar o "cabelo velho" veio de uma jornada de meses, onde tenho mudado uma série de coisas em mim mesma, e mudado pra melhor. Aprendi tanto de mim. Estive no auge do desespero e no auge do prazer também. Com o auto-conhecimento, vieram correções e melhorias. Hoje, junto do meu cabelo, foram-se embora os descartes de uma Ana mais antiga. Meus cabelos podados vão crescer, ficarão maiores e mais fortes que os antigos, e nele vão se emaranhar os detalhes de uma evolução minha que nem conheço. 
 Não posso deixar de me sentir ansiosa por isso.


5 comentários:

  1. Engraçado como cabelos podem ser muito mais que simples cabelos. Também me sinto assim com o crescimento e quando os corto.

    Fofa-se! www.fofa-se.com

    ResponderExcluir
  2. Ah, fiz a mesma coisa com meus fios ao final de junho. Era uma fase de mudanças enormes na minha vida e, como eu já tinha cortado curto meu cabelo no anterior, e tinha ficado tudo bem (haha), e, ainda, ele tinha crescido até que rápido, lá fui eu na cabeleireira. Acho que nunca tinha cortado tão curto quanto neste ano, e ainda foi só na altura dos ombros!

    Foi uma experiência interessante. Deu para refletir a fase que eu vivia, e combinou bastante comigo também (afinal, temos várias personalidades no decorrer da vida, não é?)!

    Abraços, Ana <3

    ResponderExcluir
  3. Ana, não há coisa melhor. Perceber seu crescimento, suas novas necessidades, ir e fazer. Parabéns. Que bom que está feliz, satisfeita e sentindo que fez a coisa certa. Minha melhor amiga também fez isso. E QUE BOM! Ela está linda e auto confiante. Melhor coisa!

    www.acessopermitido.com

    ResponderExcluir
  4. Que bom que esta aprendendo mais sobre si, isso me parece uma tarefa complexa. Com certeza, os novos fios acolherão muitas coisas boas ☺

    Nunca tive os cabelos muito compridos, e agora que já faz uns cinco meses desde a ultima vez que os cortei, comecei a ficar angustiada e mal vejo a hora de poda-los também dasokdo

    ResponderExcluir
  5. woooooooooooooooooool.
    Eu cortei meu cabeo esse ano, por conta duma química horrorosa.
    Nunca pensei que alguém seria assim com cabelo. Eu sempre fui meio foda-se com o meu, mas hoje eu cuido melhor dele, apesar de que poderia cuidar dele melhor. Eu não acho ele assim tão importante sabe? Pra mim cabelo é apenas cabelo. Quando eu cortei a química eu só pensei no quão bonita eu iria ficar mais com ele curto, hahhahah. Porque a química tinha deixado ele muito feio.
    Mas sabe? Eu gostei do seu texto. Me fez ver as coisas com um jeito diferente. Eu irei tratar meu cabelo melhor agora, eu acho.
    https://margineus.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

♥ sinta-se à vontade, meu amor, mi casa es su casa. só lembre-se: respeito acima de tudo. ♥